Professores mal colocados

“Para terminar, informo V. Exªs que o David Justino tem uma participação de 30 por cento na Compta através da holding International Financial Investments PLC’ com sede nas ilhas Cayman.”

O Primeiro-Ministro e a Ministra da Educação prometeram apurar responsabilidades…

Será tal promessa mais uma das cortinas de fumo com que a actual coligação entretém a pouco curiosa e dependente Comunicação Social que temos? Ou será que vamos mesmo saber o que se passou?

Recebi um mail com um curioso relato sobre a aparente sensibilidade deste caso…

Ao que parece, e não tenho neste momento maneira de o confirmar, o que se segue foi publicado no Forum (online) do Jornal Expresso, que curiosamente parece dar pouca importância a esta extensão pública da sua publicação. De facto, começa a ser evidente que, perante a censura interna que grassa nos média tradicionais, e os vários equilíbrios empresariais e políticos que a condicionam de modo cada vez mais apertado, apenas as redes de internautas têm poder suficiente para re-equilibrar a balança da liberdade de expressão e comunicação nos tempos que correm e mais ainda nos que aí vêm. Mas para que esta finalidade seja plenamente conseguida seria bom criar um anel de sites e blogues convergentes, e desenhar o respectivo mapa!

Aqui vai o sumo (re-editado) do que me veio parar hoje à caixa de correio (já agora, se alguém puder confirmar o que me venderam sobre o papel desempenhado por informáticos do Min da Ed. do Porto na resolução do problema informático, força…)

“ Trata-se da Compta, cujo presidente é o meu amigo Vitor Magalhães, pelo que sei o que se passa.

— Em primeiro lugar o Vitor é padrinho do filho mais velho do Bagão Félix.

— Em segundo lugar, o anterior ministro (David Justino) encomendou o programa e testou-o, tendo verificado que funcionava muito bem.

— Em terceiro lugar, a nova ministra resolveu mudar a matriz inicial 3 dias antes do arranque do concurso. Quem cumpriu a sua decisão criou um código especial, o qual, desde o momento que fosse anexado a um professor, atribuir-lhe-ia automaticamente a escola da 1ª preferência. Uma espécie de cunha informática, percebem? Só que a alteração à última hora deu cabo do algoritmo central e bye-bye programa!

Os comentadores deste Forúm apelaram para que eu dissesse algo mais acerca da negociata Compta/PSDPP, mas pouco mais se pode acrescentar, excepto:

— Verifiquem as colocações da Escola EB 2+3 da Murtosa.

— Verifiquem as colocações da Escola Secundária Rodrigues de Freitas, no Porto

— Verifiquem as colocações na escola Renato Amorim, em Setubal.

Ou então,

— Verifiquem os pagamento no valor de 325.652,00 à Compta em Maio de 2004, mais um pagamento de 658.321,00 em Julho de 2004, e mais aberrante ainda, o pagamento da última tranche do contrato de desenvolvimento de 987.325,00 no dia 20 (VINTE) de Setembro de 2004.

Mais informo que o contrato de assistência no valor de 250.000,00 euros anuais tem a duração de 15 anos.

Para terminar, informo V. Exªs que o David Justino tem uma participação de 30 por cento na Compta através da holding

International Financial Investments PLC’ com sede nas ilhas Cayman.”

O-A-M #58 12 Outubro 2004

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s