Aquecimento global

Jakarta, diluvio
Jakarta, Fevereiro 2007: mais de 340 mil desalojados pelo dilúvio

A vingança de Gaia

James Lovelock propõe a expansão massiva da energia nuclear!

Há alguns dias atrás, Stephen Hawking anunciou que o painel de cientistas responsável pelo chamado Relógio do Juízo Final (Doomsday Clock), decidiu, no passado dia 17 de Fevereiro, adiantá-lo 2mn! O motivo desta decisão teve origem na avaliação dos perigos devastadores das alterações climáticas provocadas pelo homem, os quais igualam hoje, na opinião do painel, os de uma guerra nuclear. (video)

A resposta de James Lovelock foi: Hawking está a subestimar o perigo do aquecimento global!

James Lovelock, o cientista que provou a existência de um buraco na camada de ozono causado pelos fluoclorohidrocarbonetos (FCHC), e desenvolveu a chamada “Hipótese de Gaia”, que assegura ser o planeta (que nomeou a partir da deusa grega da Terra, Gaia) uma espécie de organismo vivo capaz de controlar constantemente todos os seus sistemas em terra, na água e no ar, por forma a preservar a vida, acaba de anunciar que apenas a expansão massiva da energia nuclear poderá retardar a os efeitos catastróficos do aquecimento global.

Segundo o cientista de 87 anos, nem uma guerra nuclear causará maior devastação na Terra do que o aquecimento global no decorrer deste século. Nada poderá, segundo ele, deter os efeitos catastróficos do aquecimento global. Nenhum poder mundial, nenhum cientista, nenhum político, nenhum movimento de fuga em direcção ao conforto familiar, nem sequer o mercado das emissões de carbono, nem sequer a energia eólica, nem sequer os bio-combustíveis serão capazes de impedir o esvaimento da Terra. Segundo Lovelock, apenas conseguiremos retardar a catástrofe durante algum tempo. E a energia nuclear é a única alternativa disponível.

O relatório Stern, e o mais recente relatório do IPCC, que conseguiram finalmente colocar na agenda política dos governos europeus e americano o problema gravíssimo das alterações climáticas, correm o risco de radicalizar o discurso de todos aqueles que há anos vêm estudando o tema da degradação da Terra e alertando para os perigos incontroláveis dela decorrentes. No momento em que Stern propõe a incorporação desta crise na lógica do “business as usual”, sugerindo a existência de lucros fabulosos a retirar com a especulação em volta do mercado de emissões de CO2, da produção de biodiesel, etc., é natural que os evangelistas da ecologia se vejam forçados a aumentar a parada dos seus avisos, por forma a contrariar os oportunismos emergentes. Pergunta-se, assim, o seguinte: deveremos dar um desconto às afirmações de Lovelock, ou considerá-las seriamente?


OAM #171 06 FEV 2007

2 responses to “Aquecimento global

  1. Em 2006 afirmou que “o mundo já ultrapassou o ponto de não retorno quanto às mudanças climáticas e a civilização como a conhecemos dificilmente irá sobreviver”.

    Ele defende que os esforços para travar o aquecimento global já não podem obter sucesso completo…q a vida na Terra nunca mais será a mesma…

    Infelizmente não é preciso mais investigação para demonstrar o que parece óbvio…

  2. Parece-me que deveremos dar um desconto às afirmações de Lovelock. As variações de temperatura nos últimos mil anos e particularmente nos últimos cem anos não nos permitem tirar conclusão nenhuma.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s