Petroleo 13

Plataforma petrolífera de Balal.
Técnico iraniano operando na plataforma petrolífera de Balal, no Golfo Pérsico,
junto às águas territoriais do Qatar. – Behrouz Mehri / AFP-Getty Images.

Petróleo: 6 de Março de 2005: $105,97
previsão a 1 Ano: 136,4 USD

New York’s main oil contract, light sweet crude for delivery in April hit 105.97 dollars per barrel, surging above 105 dollars after topping the previous record of 104.95 dollars set on Wednesday. — Middle East Online.

O governo português elaborou o Orçamento de Estado para o ano 2008 tendo contado para o efeito com um preço de referência para o barril de petróleo de Brent na ordem dos US$74,9.

As Previsões do Ministério das Finanças e da Administração Pública para a Economia Portuguesa no que se refere aos preços do petróleo em 2008 foram sendo sucessivamente as seguintes*:

  • 17 OUT 2007 – 2008: 74,9 USD
  • 9 NOV 2007 – 2008: 74,9 USD
  • 10 DEZ 2007 – 2008: 80,8 USD
  • 8 JAN 2008 – 2008: 80,8 USD

O preço máximo pago esta manhã pelo petróleo de Brent — 102,95 USD — foi, como é usual, mais baixo que o valor atingido pelo crude da OPEC transaccionado nas bolsas de Nova Iorque: 105,97 USD.

A alta imparável do preço do petróleo, que esta manhã disparou de novo por causa de uma pequena explosão em Time Square, deve-se a quatro factores imprevisivelmente combinados:

  1. a degradação da economia norte-americana, de que a queda contínua do dólar é o sinal mais evidente (1 euro valia esta manhã 1,5373 dólares);
  2. a procura mundial de hidrocarbonetos, com especial relevância para o impacto das chamadas economias emergentes (Brasil, Rússia, India, China, Coreia, México, África do Sul, Países Árabes, Turquia…);
  3. a incapacidade manifesta de aumentar a produção de petróleo por parte dos principais países produtores (sinal de que o “pico petrolífero” já chegou);
  4. e finalmente, a instabilidade geo-estratégica global.

Perante este quadro, países particularmente dependentes do petróleo e do gás natural, como é o caso de Portugal, têm que corrigir urgentemente as respectivas expectativas orçamentais e sobretudo as correspondentes perspectivas económicas. Mesmo considerando o preço em euros, as previsões governamentais com as quais se desenhou o orçamento de 2008 começam a estar perigosamente longe da realidade. A preços constantes e em euros, o petróleo custaria em 2008, segundo as previsões do Ministério das Finanças, 64,331 euros, mas na realidade já está a custar (à hora que escrevo este post) 69,25545, ou seja, mais 7,65%.

Isto quer dizer que, no mínimo, os cerca de 70 milhões de barris de crude consumidos anualmente no nosso país (2/3 dos quais destinados ao sector dos transportes!), e que para Teixeira dos Santos deveriam em 2008 orçar em qualquer coisa como 4.503.170.000 euros, vão na realidade custar, no mínimo, mais 344 milhões de euros do que o previsto, ou seja, 4.847.881.500 euros. Talvez fosse boa ideia começarmos a pensar rapidamente em mudar de vida!


* – Câmbio do Euro face ao Dólar tido em consideração: 1 eur = $1,256 .

REFERÊNCIAS

OAM 330 06-03-2008, 05:58

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s