Crise Global 43

Este governo não inspira confiança!


Construção parada em Cascais há meses, financiada pelo BPN.


Governo português vai propor a nacionalização do BPN

02-11-2008, LISBOA (AFP) — O governo português vai propor ao Parlamento a nacionalização do Banco Português de Negócios (BPN), que vem acumulando perdas enormes, anunciou neste domingo o ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos.

“O governo proporá à Assembléia da República a nacionalização do banco BPN”, declarou em entrevista à imprensa, ao término de um conselho extraordinário de ministros.

Teixeira dos Santos diz que não há bancos nacionais em perigo

16-10-2008 – 21:50h (Diário IOL). O ministro das Finanças disse esta quinta-feira não ter conhecimento da existência de alguma instituição bancária «que tenha problemas ao ponto de se colocar em perigo» de falência.

Teixeira dos Santos sublinhou que, ainda assim, «o Estado não permitirá que nada coloque em causa as poupanças dos portugueses» e apelou para que não liguem a rumores.

«O rumor é uma coisa devastadora. Não se deve dar importância a rumores. É perigoso», disse no programa «Grande Entrevista» da RTP, a propósito do nome do BPN, que tem sido referido como o de um banco com dificuldades.

Afinal em que é que ficamos?! Primeiro não havia crise. Depois a crise era apenas internacional e Portugal estava fora dela. Depois veio a confirmação de que estávamos perante uma grave crise financeira internacional, mas que os portugueses poderiam estar descansados, pois a banca portuguesa não tinha produtos tóxicos em carteira. Há apenas duas semanas, isto é, um dia depois da trapalhona apresentação do Orçamento de Estado 2009, e da famosa cunha ao financiamento, por baixo da mesa, da nomenclatura partidária, Teixeira dos Santos, denuncia os rumores e anuncia desconhecer a “existência de alguma instituição bancária «que tenha problemas ao ponto de se colocar em perigo» de falência”!!

Como é que se pode confiar num governo destes?

E se amanhã viermos a saber que também o Finibanco, o Banco Privado, BCP, o BPI e a própria Caixa Geral de Depósitos estão atulhados de embalagens cheias de derivados tóxicos e crédito mal-parado, ou que foram vítimas de uma corrida silenciosa aos grandes depósitos, depois de os especuladores se terem, entretanto, desfeito dos activos financeiros que não passam, afinal, de balões de ar quente rebentando com a queda continuada das acções? Não estará na altura de o governo começar a falar verdade ao país, em vez de andar por aí a fazer figuras tristes com o “Magalhães”?

Ou o governo confessa o que realmente se passa, e que medidas cautelares pretende tomar para evitar o pânico, ou teremos uma corrida aos bancos antes do fim do ano! Eu pelo menos tenciono comprar já esta semana um cofre forte e aparcar a liquidez necessária para suportar as despesas dos próximos três meses.

OAM 467 02-11-2008 16:43

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s